Sobre

A psicologia é uma ciência maravilhosa! Quanto mais a estudo mais me encanto e sei que o mesmo acontece com meus colegas de profissão. Entretanto ainda é uma ciência muito nova e por isso as pessoas não a conhecem tão bem. Por um bom tempo notei que o que se conhece da psicologia é aquilo que é curioso, que é diferente, “bizarro” ou difícil de imaginar. Eu mesma antes de entrar na graduação adorava essas curiosidades e tudo o que aprendia era através delas. Mas não são tão facilmente divulgados esses temas em suas reais profundidades ou a gravidade deles.

Notando isso acabei nutrindo um grande desejo de encontrar uma forma de aproximar as pessoas da psicologia. Fazer com que se interessem e conheçam mais sobre essa ciência, a seriedade dela e até mesmo sobre alguns transtornos para poder ajudar aquele que amamos em um momento delicado. Compreendi que as pessoas hoje em dia não tem tempo para ler um texto denso explicando algo de uma área em que não atuam. Com isso, os que buscam saber mais são aquelas pessoas que estão passando por momentos de sofrimento e desejam lidar melhor com isso. Mas por que não encontrar uma forma de as pessoas conhecerem essas temáticas antes de entrar em sofrimento? Seria bom para que isso não chegue a um grau avançado, ou que possam ajudar um ente querido no inicio de um processo de sofrimento.

Foi pensando em aproximar as pessoas e a psicologia de uma forma agradável que resolvi criar o “Psicologia para Curiosos”. Se as pessoas adoram curiosidades sobre psicologia, por que não fazer disso um meio para que obtenham conhecimento de forma prazerosa? Meu intuito aqui é usar de fatos curiosos e linguagem simples para expor às pessoas problemáticas da mente que muitas vezes nem sabemos existir, além de informar sobre a gravidade e a possibilidade de tratamento.

Segundo o dicionário Michaelis de língua portuguesa, a definição de curiosidade é “desejo de desvendar, saber ou ver”. Valorizo a curiosidade que temos em nós e acredito que através dela aprendemos muito. Como disse Albert Einstein “A curiosidade é mais importante do que o conhecimento”. Então, sejamos curiosos sem vergonha e sem limites. Vamos conversar e aprender através disso, tanto eu quanto vocês.

Priscilla Figueiredo
Psicóloga
Idealizadora do Psicologia Para Curiosos